terça-feira, 12 de junho de 2012

Lições que a vida nos ensina.......

Depois de 2 meses e alguns dias da minha última postagem, resolvi passar por aqui para dar notícias. Na verdade o intuito maior é compartilhar com vocês algumas lições que a vida me ensinou nesse tempo em que estive sumida.

Contei aqui pra vocês sobre a grande descoberta que tive no início do ano: estava esperando o meu primeiro filho. Uma gravidez que não foi planejada, mas que foi sim muito desejada. E essa gestação me trouxe de volta pessoas que há tempos não via, pessoas especiais que, por alguma motivo, eu havia perdido na correria do dia-a-dia. E aí tiro a primeira lição: TUDO NA VIDA TEM UM PROPÓSITO.

Minha gestação transcorria muito bem, apesar de ser considerada de alto risco por um probleminha que estou no fígado. Ficava atenta aos sintomas específicos e acabei me desapegando de outros, quando no início de maio fui internada com a pressão altíssima. Estava com pré-eclampsia. No dia 11 de maio nasceu Théo com 32cm e 660gr, um verdadeiro guerreiro que chegou para iluminar meus dias. Seu quadro era delicado, tinha riscos assim como todo prematuro extremo. Mas eu tinha fé!! Acreditava que meu pequeno ficaria bem, era só uma questão de tempo. Diante dessa minha "crise", contei com a solidariedade de muitas pessoas, algumas até que nem imaginei que estivessem acompanhando a minha situação. E quando digo solidariedade não estou dizendo apenas ajuda material, estou incluindo aqui também a ajuda espiritual, orações, energias positivas que era o que eu mais precisava nessa situação. Nunca tinha imaginado passar por uma dificuldade dessa, acho que ninguém imagina né, mas aconteceu comigo da mesma forma que pode acontecer com qualquer um, mas o nosso egoísmo não nos deixa ver isso por esse ângulo. Ai posso tirar uma segunda lição: O JARDIM DO VIZINHO NEM SEMPRE É MAIS VERDE QUE O NOSSO. 

E se passaram os dias... minha rotina era ir até a UTI 2 a 3x por dia, cada vez podia ficar apenas meia hora com meu pequeno. Apenas 30 minutos que pra mim pareciam 30 segundo, enquanto que a espera para a próxima visita parecia ser uma eternidade. Nas visitas a gente conversava, parecia que ele podia me entender em cada aperto nos meus dedos com aquela mãozinha tão pequenina, em cada olhar expressivo, apesar da enfermeira dizer que ele ainda não me via. Eu o amava com todas as minhas forças. Com isso tive mais uma lição: NÃO HÁ AMOR MAIOR QUE O AMOR DE UMA MÃE E DE UM PAI POR UM FILHO.

Foram 23 dias de UTI, comemorando com cada avanço e chorando com cada retrocesso. Nos últimos dias vi que algo não estava certo, via sofrimento naquele pequeno olhar. Sentia que algo não estava certo, que algo iria acontecer e então no dia 03 de junho meu Pequeno Guerreiro, meu Théo, se transformou num lindo anjinho. Aprendi mais uma lição: CORAÇÃO DE MÃE REALMENTE NÃO SE ENGANA.

Meu mundo desabou!!... Descobri a gestação com 16 semanas, Théo nasceu com 27 e faleceu após 3. Como pode nossa vida virar de cabeça pra baixo em um espaço tão curto de tempo??

Com toda certeza esse foi um dos momentos mais dificeis da minha vida até hoje e o que me consola é saber que meu pequeno parou de sofrer, é saber que agora ele é um anjo ao lado do nosso Pai do Céu, é saber que posso amar alguém acima de mim mesma, é saber que o amei com todas as minhas forças e que o amarei eternamente. Tenho sentido o amparo de Deus me ajudando a superar isso a cada dia, me dando forças para prosseguir. Sinto Deus agindo na minha vida através de meus amigos que estão me dando forças, me amparando. Sinto Deus agindo na minha vida através de meus familiares que estão me ajudando, cuidando de mim. Sinto Deus agindo na minha vida através do meu marido, que apesar de ter sentido muito a nossa perda também, tem sido carinhoso e zeloso mais ainda do que sempre foi. Sinto Deus agindo na minha vida através da minha fé, que com tudo isso foi ainda mais fortalecida. Aprendi com isso que: DEUS NUNCA NOS DÁ UMA CRUZ MAIS PESADA DO QUE POSSAMOS SUPORTAR.

Théo cumpriu sua missão aqui na Terra. Apesar de sua curta passagem por aqui nos trouxe lições para uma vida inteira, lições essas que eu precisava compartilhar com vocês. 

Obrigada amigos pelo apoio nesse momento difícil.

Obrigada Théo por ter nos ensinado tanto. Vamos te amar eternamente, meu Guerreiro, meu filho!

Obrigada Deus por ter me dado a oportunidade de gerado Théo, de ter convivido com ele por esse curto tempo, mas que foi intenso e inesquecível. Obrigada por ter me dado essa oportunidade única, por ter sido escolhida a dedo por Ti para ser mãe de um Anjo!

17 comentários:

Chris Macedo disse...

Nossa amiga....
tô aqui me acabando de tanto chorar.....
Sinto muitíssimo por sua perda...
Realmente Deus faz as coisas de um jeito que muitas vezes não compreendemos, mas Ele tem sempre o melhor pra nós!
Continuo orando para que Deus console o seu coração e o do Wilson também!
E no que eu puder te ajudar, fora isso, é só me falar!
Deus deve estar muito feliz com você amiga......porque apesar de todas as advesidades, você conseguiu aprender muito com tudo.....sem se revoltar!
Que Deus lhe conserve assim: essa guerreira.....tal qual foi o Théo....
bjinhos e até mais tarde

Paty Molina disse...

Raquelzinha é isso mesmo, embora seja uma dor infinita, ela traz lições que talvez sem essa etapa não teríamos aprendido.
bjkas da Paty

juscrap disse...

Raquel que triste estória voce veio contar... Deus sabe o que faz e tudo nessa vida tem uma razão de ser. Tenha força e continue firme na sua jornada e com fé inabalável e voce vai passar por esse momento difícil! Logo voce volta para seu scrap e poderá se distrair um pouco.
beijos e vamos orar por voce

Vivi Casale disse...

Raquel Querida..
realmente é muito triste o que aconteceu, nunca esperamos por isto!! e muito menos queremos que isso aconteça..
Continuo orando por voce e pelo seu marido, que Deus continue lhe dando forças para continuar!!

beijos

Ana Yamamoto (Aninha) disse...

Oi Raquel!
Continuo rezando muito por vc e sua família.
É uma fase difícil, mas vc tem uma fé incrível e o Théo trouxe várias lições de vida...
Bjos

Lu - Babalu disse...

Você também é uma guerreira, Raquel! Bom saber que você mantém a sua fé e que está tirando de tudo isso uma grande lição. Uma lição que com certeza está tocando a cada um de nós. Cada um tem seu tempo aqui na Terra e esse curto tempinho é o que o Théo precisava para completar sua evolução espiritual e de lá de cima ele com certeza acompanhará seus passos, pois ao vir para esse mundo o espírito escolhe seus pais. Por isso, tenha certeza, que nada é por acaso e aprender e seguir em frente é uma grande demonstração de força. Continue nesse caminho, amiga, pois como já te disse, acredito que tem muuuuitas felicidades reservadas para vocês!
Beijos e se precisar, já sabe.

Nádia Silva disse...

Raquel!!!!
Não há palavras que possa amenizar o sofrimento de perder um filho, mas acredito em Deus e em anjos e tenho certeza que o anjo enviado a você sempre vai te cuidar!!!Bjs

Anônimo disse...

Prima,
Sua dor é incomensurável, ninguém além de você pode descrevê-la tão bem, mas saiba que o amor de Deus por você é maior ainda, me uno a teu sofrimento, Deus irá drramar seu bálsamo em tua alma....

Nilson Vieira

Deise disse...

É incrível o amor que sentimos por nossos filhos. Eles sempre serão "nosso coração".
Te admiro cada dia mais, e oro a Deus para que sua dor só diminua, e quando você lembrar do pequenino, seu coração só se encha de alegria, porque mesmo tendo ficado pouco tempo, foi o suficiente para que você sentisse esse amor incondicional, que só descobrimos ao nos tornarmos pais.

Beijos

Deise

Anônimo disse...

Querida Raquel!
Tua narrativa é realmente comovente e reflete uma verdade pura: SER MÃE, É O MÁXIMO.
Entendo teu momento e preciso te dizer uma passagem em minha vida que foi marcante.
Cheguei em Curitiba em março de 1993 e como vim Gerenciar uma filial de uma empresa de SC, algumas pessoas daqui não me aceitavam por acharem que vim ocupar o espaço deles e me questionei varias vêzes o porque disso, pois tinha sido tão "marcante" em minha trajetória profissional até alí com tanta gente, em tantos lugares.
Dois anos depois, meu maior desafeto deste desafio, perdeu um irmão muito querido num acidente de carro e como só eu tinha a carteira "C" para dirigir uma Kombi, o patrão me designou à levar em 3 viagens de 9 pessoas até Alm.Tamandaré para os colegas de trabalho darem um abraço nele pelo momento dificil de perda que estava passando.
Lá chegando, na minha 1ª viagem ainda, ele se aproximou de mim, me deu um demorado ABRAÇO de rosto colado e murmurou no meu ouvido: "Jairão, não me diga nada, eu só PRECISO DO TEU ABRAÇO".
À partir dalí, ele se tornou um grande amigo e aliado.
Raquel, queria te dizer isso e tambem afirmar que você foi verdadeira, pura, sensível e muito competente em toda esta curta trajetória do Théo entre nós e agora você e teu maridão tem um anjo em proteção direta à vocês dois.
PENSE NISSO. Deus os abençõe. Um beijo carinhoso no casal.
Jairo, pai da Janice.

Carla Melo disse...

AMÉM!!!
Raquel, continuo orando por vocês... imagino o tamanho da dor, mas mesmo tentando imaginar tenho a certeza de que, no real ela é infinitamente maior!! Conte com o meu apoio, meu ombro... mesmo que seja virtualmente! Que o Senhor continue te fortalecendo a cada dia!
Beijo enorme!

Angel's disse...

Oi Raquel, posso não ter te telefonado, nem ter ido te visitar...mas foi por respeito a dor de vocês. Acho que nessas ocasiões é melhor estar com a família e com amigos mais chegados, é preciso de espaço para assimilar e tentar entender o que se passou...e foi o que você fez. Por esse lado fico muito contente por você, por esse amadurecimento de idéias, esse posicionamento lindo que você está tendo. Com certeza é uma situação super delicada, que nem passa perto de mim o tamanho da dor que vocês devem sentir. Mas consigo perceber, de longe, que hoje você é uma outra mulher.
Parabéns pela força de superação e pela coragem de seguir em frente! Com certeza você é mais um exemplo para mim e para muitos seguirem.
Deus sabe realmente o que faz...temos é que agradecer mesmo cada benção, cada novo dia, cada nova fase!
Beijos com carinho,
Angélica

Marcela Auxiliadora disse...

Nossa, Raquel... Só hoje vi essa postagem sobre sua tão grande perda...
Ainda esses dias estava me lembrando de você e de sua espera... Sinto muito por tudo isso...
Só posso te dizer que nossas vidas são assim mesmo: cheias de altos e baixos e de grandes lições que nos fazem crescer dia após dia...
Peço a Deus que ele coloque a harmonia em seu coração e que de tudo isso só reste o grande amor que você alimentou e alimentará por seu pequeno.
Qualquer coisa eu estou por aqui, viu?
Que Deus encha o seu coração e o de sua família com a paz que vocês tanto necessitam neste momento tão difícil.
Beijo grande e fique com Deus, minha querida!

Basílio disse...

Raquel!
Gostaria de deixar mil palavras de conforto para vcs neste espaço. Mas a palavra tem poder, precisa de cuidados, de carinho, de atenção. Ela faz a diferença, mas precisa da sua crença, para notificar o coração.
Com amor eu vou deixar algumas:
SINTO MUITO!
Neste momento, ofereço-lhe meu ombro e meus ouvidos.
Um dia vocês vão ser pais maravilhosos.
Estou orando muito por vcs.

Ice disse...

A vida nos traz muitos obstáculos e por mais difíceis que sejam, sempre vamos superar! O mais importante é aprender a ser forte cada vez mais, viver intensamente e amar, sempre! um abraço para vocês! podem contar comigo.

Luiz Gustavo disse...

Raquel, em sua vida tudo nos emociona.
Seu rápido passado de alegria e dor.
Seu presente, de força e fé.
E a incrível certeza que todos temos de um futuro maravilhoso.

Paula Vencato e Paulo Asaiag disse...

Querida Raquel! Quero que saiba que estamos orando muito por você e sua família neste momento tão delicado da vida. Sentimos muito pela sua perda e queremos registrar que estamos presentes para o que vocês precisarem. Muito obrigada por essa sua postagem que na realidade considero uma linda e verdadeira oração, nos mostrando a cada linha e a cada palavra o verdadeiro sentido de VIVER! Bjos e Abraços.

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita!!!!
Deixe seu comentário que ficarei muito feliz em ler.